Festa Social de Cristo Rei- confira as fotos

Caixa Limpeza
Bingo
Ganhadora da Moto

Aniversário do nosso pároco

Uma belíssima Celebração Eucarístia, foi celebrada no dia de Todos os Santos, em ação de graças pelo aniversário do Pe. Carlos Alexandre. Com a simbologia de uma rosa, os paroquianos prestam-lhe homenagem, demonstrando o carinho e respeito pelo sacerdote, sobretudo agracendo ao Deus da vida, pelo dom que confiou ao pe. Carlos. A emoção e simplicidade se destacavam no momento de entrega de presentes das comunidades e pastorais da paróquia.
Numa da homenagens a ministra da Eucarístia, Fátima, disse: Desde que o senhor chegou aqui, pensávamos que seria nosso pároco, e agora, Deus nos presenteou trazendo o senhor como nosso pároco. Muito obrigada por ficar conosco! Viva o nosso pároco!

Visita a APAE

Carinho singular Jogando bola
Aprendendo com as situações Animação Não perca as próximas visitas!

IDE: JOVEM EVANGELIZANDO JOVEM

A Pastoral da Juventude está promovendo um retiro para jovens com o título de IDE: Jovem evangelizando jovem.
Este retiro tem o objetivo de fazer com que o jovem perceba a sua realidade e se integre a Igreja Católica. Os coordenadores da pastoral da juventude afirmam que este é um retiro diferente dos outros, pois tem 4 meses de preparação, iniciando-se em julho e findando-se nos dias 27 e 28 de novembro. Esta preparação incide em fazer visitas no Lar Vicentino, na APAE, montar cestas básicas para levar as famílias carentes da comunidade, promover a oração do Terço nas casas. Para isso acontecer é necessário que os jovens se organizem em grupos de 7 pessoas, escolham um nome, tenham uma bandeira e camiseta personalizada para identificação.
Domingo, dia 17, eles foram cumprir uma das tarefas: visitar o Lar Vicentino. Ficaram espantados por não conhecerem aquela realidade que nos emociona e felizes por terem levado a alegria e entusiasmo juvenil para àqueles que carecem.
Rezemos para que cada jovem continue firme nessa missão de evangelização do Cristo!

Você poderá acompanhar as outras atividades. Fique atento para as próximas fotos.

Pe. Carlos Alexandre toma posse como pároco

Neste último sábado, dia 02, pe. Carlos Alexandre tomou posse como pároco de nossa comunidade paroquial . A celebração liturgica foi presidida pelo nosso bispo diocesano, Dom Altieri, concelebrada pelo pe. Xavier, pároco da Paróquia N.Sra. das Dores , pelo pe. Alessandro, vigário geral e pelo pe. Aguinaldo, auxiliar do Bispo.
A comunidade preparou uma belíssima homenagem de despedida para o pe. Xavier e de acolhida para o pe.Carlos e para o seminarista João Marcos, que ajudará nos trabalhos pastorais paroquial .
Deus abençoe a caminhada do pe. Xavier em sua nova missão e ilumine nosso novo pároco .
Outubro, mês das missões
Não se abre uma rosa apertando-se o botão”, escreveu alguém. É um pensamento muito próprio para uma reflexão sobre a vocação missionária do cristão para o mês que se avizinha: o mês de outubro, dedicado às missões. Jesus disse ao enviar os apóstolos para anunciar o ano da graça: “Eis que vos enviou como carneiros em meio a lobos vorazes” (Cf. Mt. 10,16). E, quando, mal recebidos em uma cidade, João e Tiago pretendiam mandar o fogo dos céus sobre aquele povo, mas Jesus os repreendeu “Não sabeis de que espírito sois. (Cf. Lc. 9,55). A primeira atitude do missionário deve ser a mansidão. O anúncio da Boa Nova é um anúncio de paz. O texto do profeta Isaias lido por Jesus na sinagoga de Nazaré (Cf. Lc. 4,16-22)) e a si próprio aplicado, diz: “O Espírito do Senhor está sobre mim, eis porque me ungiu e mandou-me evangelizar os pobres, sarar os de coração contrito, anunciar o ano da graça”(Cf. Is. 61, 1-4) E, logo a seguir, no Sermão da Montanha, revirando todos os princípios e conceitos que o pecado instilara nos corações dos homens, da sociedade e da cultura, declara bem aventurados os mansos, os misericordiosos e os que promovem a paz(Cf. Mt. 5) A violência e a agressividade afastam os corações. Não é a toa que Santa Terezinha foi declarada padroeira das missões, ela que jamais transpôs as grades de seu convento e, partindo deste mundo aos vinte quatro anos, podia prometer que dos céus enviaria uma chuva de rosas sobre a terra. São Francisco de Sales, igualmente ensinava que se apanham mais moscas com uma gota de mel do que com um barril de vinagre. Quanta paciência e compreensão mostraram os santos missionários de todos os tempos na inculturação da fé em corações duros e arraigados numa cultura pagã totalmente diversa dos caminhos cristãos. Davam tempo ao tempo, como o semeador aguarda com paciência o tempo da colheita. Ainda no Evangelho lido na liturgia de dias atrás, diante da crítica dos fariseus, Jesus amorosamente acolhe a pecadora pública e lhe perdoa os pecados, e não reprime com exasperação o pecado dos “puros de todos os tempos”, mas os leva à conversão chamando-os ao amor.(Cf. Lc. 7, 36-50) Assim também em outro episódio, uma ceia junto a publicanos e pecadores, o Mestre disse aos que o criticavam: “Não são os que tem saúde que precisam de médico, mas os doentes. Ide aprendei o que significa: prefiro a misericórdia ao sacrifício” (Cf. Mt.9, 10-14). O plano salvífico de Deus não é imposto. Como na criação Deus respeitou a vontade do homem que optou pelo pecado, assim também o respeita na opção que ele faz diante da oferta da salvação. “Deus que te criou sem ti, não te salvará sem ti”, diz Santo Agostinho. O cristão que tem, pelo batismo, a vocação missionária, a missão de anunciar a Boa Nova, tem de ter, ele próprio, um coração semelhante ao de Cristo, manso e humilde, como pedimos na jaculatória, “fazei nosso coração semelhante ao vosso”. Paulo VI, na Evangelii nuntiandi exorta: “A obra da evangelização pressupõe um amor fraterno, sempre crescente, para com aqueles a quem ele (o missionário) evangeliza.” (nº 79) e cita São Paulo aos Tessalonicenses (2Tes. 8) como programa. Refere-se ainda, exemplificativamente, a outros sinais de afeição que o missionário tem de ter em relação ao evangelizando: o respeito pela situação religiosa e espiritual das pessoas a quem se evangeliza; a preocupação de se não ferir o outro sobretudo se ele é débil em sua fé e um esforço para não transmitir dúvidas ou incertezas nascidas de uma erudição não assimiladas. O missionário, ao levar a Boa Nova a um mundo angustiado e sem esperança ou cuja esperança se esgota com o último suspiro, não pode se apresentar triste e descorçoado, impaciente ou ansioso, mas deve manifestar uma vida irradiante de fervor e da alegria de Cristo. Nesse espírito o missionário, sem tergiversar sobre sua fé e sobre a mensagem, abra sua voz para “propor aos homens a verdade evangélica e a salvação em Cristo,com absoluta clareza e com todo o respeito pela opções livres que a consciência dos ouvintes fará” (E.N 80). Lembre-se “não se abre uma rosa apertando-se o botão”.

FONTE: http://www.catequisar.com.br/texto/colunas/eurico/92.htm

Festa da Padroeira

CONFIRA AS FOTOS DA FESTA DE NOSSA SENHORA DAS GRAÇAS

No dia 1° de agosto Pe. Carlos completou um ano de vida sacerdotal.

Na missa das 9h, no Sertão da Quina, onde rezou sua primeira missa um ano atrás, Pe. Carlos celebrou seu ministério com alegria louvando e bendizendo a Deus pela graça de ser sacerdote escolhido para guiar todo o seu povo.
A comunidade preparou uma belissíma homenagem ao sacerdote demosntrando todo carinho e respeito por ele. A emoção veio a tona quando trouxeram uma vestida de pescador com a imagem de N.Sra. Das Graças.
A família estava presente e pode vivenciar o momento celebrativo e testemunhar o amor da comunidade para com ele.
Deus seja louvado pelo nosso Sacerdote!

40 crianças são admitidas Coroinhas

No domingo, dia 22, nossas crianças foram admitidas Coroinhas para ajudar no serviço do altar. Durante 4 meses foram preparadas através de um curso dinâmico. Sábado, dia 21, aconteceu o retiro de espiritualidade e integração, com o acompanhamento dos coordenadores paroquial, Fabiana e Wagner, o Assessor, seminarista Diego Serena e dos nossos padres Xavier e Carlos.

Abertura da Semana da Família

Na linda noite do dia 08, dia dos pais, junto com a abertura da Semana da Família, a novena em louvor a N.Sra. das Graças foi celebrada com muita bênção e carinho. Mais de 2 mil pessoas estiveram presentes, na Casa Emaús, para homenagear nossa querida Mãe e rezar por todos os pais. O Reverendíssimo Pe. Delton Filho, de Uruaçu-GO, amigo do Pe. Xavier, presidiu a Celebração Eucarística e animou todos os devotos, exortando-os sobre os valores da Família que cada dia mais está se perdendo.
A música " Viver pra mim é Cristo", do conjunto Trytp Vox, foi cantada por todos que estavam presentes: declarando como é importante ser Cristão e amar Nosso Senhor.
Agradecimento especial a todos que colaboraram para esta festa bonita de Maria.

DEZENAS DE PESSOAS

Dezena de pessoas participaram da Novena em louvor a Nossa Senhora das Graças, no último dia 08. O dia foi dedicado totalmente a oração dando início com as Mil Ave-Maria, Ofício da Imaculada e em seguida o Terço e a Santa Missa. Celebração Eucarística foi presidida pelo vigário paroquial, Pe. Carlos Alexandre e com celebrada pelo Pe. Xavier; a animação ficou por conta dos nossos jovens. Neste dia tivemos o passeio com o Santíssimo, momento precioso de oração, alegria e emoção dos fiéis que ali estavam.
VENHA PARTICIPAR CONOSCO DO PRÓXIMO DIA 08 DE AGOSTO. ORGANIZE SUA CARAVANA!

27 ANOS DE VIDA SACERDOTAL DO PE. XAVIER

Padre, ser padre!
Padre Xavier, você um dia ouviu o chamado de Jesus, quis segui-lo mais de perto, resolveu ficar com Ele, andar ao seu lado, ligar-se a ele definitivamente. "Você é sacerdote para sempre". Tenha a certeza que escolheste a melhor parte. O Senhor te seduziu e deixaste seduzir. Sabemos que a missão é difícil o caminho exigente, principalmente frente ao mundo atemorizado pelo futuro e oprimido pela violência, ódio, ganância e egoísmo. Sabemos que a cruz é parte integrante da vida do cristão, o sacerdote também tem a sua. Carregar a cruz é enfrentar com a mesma disposição de Jesus o sofrimento, rejeição, oposição, perseguição e inclusive a morte por causa do Reino de Deus. É ser perseverante e esperançoso nas horas mais difíceis da vida. O seu sacerdócio 'uma obra divina. Em suas mãos foi deixado o compromisso de proclamar a Boa Nova a toda criatura. Auxiliar na compreensão da proposta de Jesus Cristo, levar as pessoas a um encontro especial com Jesus, a ser discípulo Dele e consequentemente a tornar-se um missionário. Padre ... O Espírito de Deus está contigo. Sua vocação foi gestada no coração do Pai, para que pudesse chegar nos corações de seus filhos e filhas com a mensagem da vida... "Jesus Cristo". Que a alegria, o otimismo, a esperança e a fé, nunca o abandone. Traga sempre consigo a alegria do Cristo Ressuscitado. "Ser o Senhor da alegria... Alegrai-vos sempre no Senhor. Neste dia queremos que você acolha o abraço de gratidão de toda a Igreja. São vidas agradecidas pela sua doação pela sua presença na educação de todos nós. Conhecer Jesus é o melhor presente que qualquer pessoa pode receber. Te-lo encontrado foi o melhor que ocorreu em nossas vidas, fazê-le conhecido com nossa Palavra e obras é a nossa alegria e nosso desafio. Que a bênção amorosa do pai que cuida com carinho dos seus filhos e filhas, esteja sempre na sua vida. Muito obrigado! A Paz de Jesus.